ÚLTIMAS >


Conselho participa do I Encontro de Nutrição da Uneb

20 de setembro de 2019, Comentários

O Conselho Regional de Nutricionistas da 5ª Região (CRN-5) marcou presença no I Encontro de Nutricionistas da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), realizado na tarde do dia 12 de setembro, em parceria com o Conselho. O evento reuniu 255 participantes. O CRN-5 foi representado pela nutricionista Angelina Cordeiro, vice-presidente do órgão.

O evento contou com a participação da nutricionista Liliana Paula Bricarello, colaboradora do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN), que fez uma abordagem sobre os 80 anos da história da Nutrição no Brasil.

“Falar dos 80 anos da profissão do nutricionista foi especial, afinal foram oito décadas de profundas alterações sociais, econômicas, políticas, epidemiológicas e culturais. Estamos na fase de novos paradigmas e novos significados no campo da Nutrição e isso nos faz refletir sobre o futuro da profissão, que eu espero que continue exitosa e valorizada como deve ser”, disse Liliana Paula Bricarello.

O nutricionista René de Castro, que atua na coordenação nacional do Mesa Brasil Sesc, também marcou presença no encontro. O profissional ministrou uma palestra sobre a importância estratégica dos bancos de alimentos como equipamentos de SAN e o papel da rede Mesa Brasil Sesc no combate à fome e ao desperdício.

Para René de Castro é sempre gratificante participar de eventos dessa natureza. “ O evento permitiu o contato com diversos acadêmicos, docentes, profissionais que já atuam no mercado e em instituições diversas, o que acarreta uma grande troca de experiência, conhecimento, idéias e contatos para futuras parcerias”, comentou.

A nutricionista Anailza Santana participou do encontro e  considerou o evento excelente por trazer uma proposta efetiva para repensar na estratégia de como lidar com o ser humano. “Liliana nos trouxe um pouco da história da nutrição de forma simplificada, porém muito intensa. As colocações sobre o tema são muito pertinentes,  principalmente porque temos um acervo muito restrito sobre nossa história”, comentou a profissional.