Anvisa disponibiliza novo guia sobre controle de alergênicos

12/11/2018 - 05:11

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) disponibilizou, na última quinta-feira (8), a segunda versão do Guia sobre o Programa de Controle de Alergênicos. A publicação têm o objetivo de orientar as indústrias de alimentos e o Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) sobre o Programa de Controle de Alergênicos (PCAL), que dispõe sobre os requisitos para rotulagem obrigatória dos principais alimentos que causam alergias.

O Guia esteve em consulta pública pelo período de um ano e recebeu 15 contribuições, das quais cinco foram aceitas e analisadas para auxiliar na sua elaboração. A Anvisa ressalta que a nova publicação não configura uma obrigação, pois cada empresa deverá avaliar o seu conteúdo e verificar sua aplicabilidade.

ALERGIAS ALIMENTARES

As alergias alimentares são reações adversas à saúde desencadeadas por uma resposta imunológica específica que ocorrem de forma reprodutível em indivíduos sensíveis após o consumo de determinado alimento. Mais de 170 alimentos já foram identificados como alergênicos. Entretanto, cerca de 90% dos casos de alergia alimentar são ocasionados por apenas oito alimentos: ovos, leite, peixe, crustáceos, castanhas, amendoim, trigo e soja.

Como não existe cura para a alergia alimentar, a restrição no consumo dos alimentos alergênicos é a principal alternativa para prevenir o aparecimento das complicações clínicas. Desta forma, todos os envolvidos na produção, industrialização, armazenamento, distribuição e comércio de alimentos possuem a responsabilidade legal de informar corretamente a composição dos seus produtos.

Fonte: Anvisa

Veja também



Fale Conosco

X

Enviando seu email...

Email enviado com sucesso!