Abertura do Conbran é marcada pela discussão em defesa das populações vulneráveis

19/04/2018 - 09:04

Começou ontem o Congresso Brasileiro de Nutrição (Conbran 2018), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. Cerca de 3 mil profissionais de todo o Brasil participaram da solenidade de abertura do evento, que este ano tem o tema “Comida: relações de afeto, tradições e direitos”. O Conbran é uma realização da Associação Brasileira de Nutrição (Asbran) em parceria com sua filiada, a Associação de Nutrição do Distrito Federal (ANDF). 

Desde a manhã foram realizadas atividades pré-congresso, entre elas o Encontro Nacional das Entidades de Nutrição (Enaen), com uma palestra sobre “Conjuntura Nacional e o Reflexo sobre os Direitos Individuais e Coletivos”. Entre os convidados, estão representantes da Associação Brasileira de Educação em Nutrição (Abenut), Associação Brasileira de Nutrição (Asbran), Executiva Nacional dos Estudantes de Nutrição (Enen), Federação Brasileira de Nutrição (Febran) e Federação Nacional dos Nutricionistas (FNN).

Na abertura do evento, às 18h, o presidente do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN), Élido Bonomo, destacou a importância da alimentação adequada e saudável para todos, especialmente para as populações mais vulneráveis e a necessidade de se fortalecer, cada vez mais, o papel dos nutricionistas na promoção da saúde da população.

HOMENAGEM

Um dos momentos mais emocionantes do Conbran foi para homenagens a profissionais que, de alguma maneira, contribuíram para o crescimento da profissão no país. Este ano, a professora Elenice Costa recebeu das mãos da diretora da Asbran, Ruth Guilherme, o Prêmio Lieselotte Ornelas – Nutricionista Destaque do Brasil.

O congresso segue até o próximo sábado, com diversas atividades, como mostras de trabalhos, cursos e palestras sobre o tema proposto em todas as áreas da Nutrição.

 

Veja também



Fale Conosco

X

Enviando seu email...

Email enviado com sucesso!