CRN-5 promove vídeo-debate “O Veneno está na Mesa II” no CAB, em Salvador

5/12/2014 - 12:12

O vídeo-debate “O Veneno está na Mesa II”, promovido pelo CRN-5 no dia 4 de dezembro no auditório da Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador, cumpriu o propósito de despertar Nutricionistas e Técnicos em Nutrição para a importância de um maior posicionamento político da categoria em relação ao combate ao uso de agrotóxicos e à defesa da agricultura de base agroecológica. “A promoção de dois debates sobre este documentário, um em Salvador e outro em Feira de Santana, foi apenas o primeiro passo do nosso Regional em direção ao fortalecimento de nossa posição em relação a este tema. Em 2015, abraçaremos a campanha proposta pelo Sistema CFN/CRN com foco na segurança alimentar e nutricional e na sustentabilidade e, certamente, vamos fortalecer nosso apoio à produção segura e adequada de alimentos em nosso país”, destacou a presidente do CRN-5, Valquíria Agatte.

Além desta nutricionista, os conselheiros do CRN-5 Zelice Pessoa, facilitadora do debate, e Emerson Palmeira, defenderam a inserção do profissional de nutrição na defesa pelo Direito Humano à Alimentação Adequada e Saudável, a partir de uma produção sustentável de base agroecológica. “Apesar do processo em curso, de domínio mundial do agronegócio e de todos os seus riscos para a saúde e o meio ambiente, sabemos que as coisas podem ser diferentes, há possibilidades de mudanças e devemos caminhar em direção a elas”, destacou Zelice.

Em sua abordagem, o agrônomo Flávio Bastos conceituou termos relacionados à agroecologia, alimentação orgânica; agricultura alternativa, biodiâmica, agroflorestal, natural, entre outros, destacando-os como parte de um amplo movimento social existente em todo o mundo. “Mais do que uma ciência, a agroecologia é uma bandeira de luta em favor do ser humano e do lugar onde ele habita”, destacou. O mediador do debate falou ainda sobre a importância da conscientização das pessoas sobre o consumo agroecológico, enfatizando a existência de um Plano Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica e de um Programa do Governo da Bahia chamado “Vida Melhor”, que inclui ações em defesa da agroecologia. A interatividade do público foi marca do evento, já que muitos participantes fizeram perguntas e comentários que enriqueceram o debate.

Veja também



Fale Conosco

X

Enviando seu email...

Email enviado com sucesso!