CRN-5 promove encontro para debater a formação profissional do nutricionista

22/10/2018 - 09:10

Em evento realizado na Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC – Campus Paralela, Salvador) na última sexta-feira (19), o Conselho Regional de Nutricionistas da 5ª Região (CRN-5) reuniu coordenadores e docentes de cursos de Nutrição para discutir a formação profissional do nutricionista. Com o tema “Construindo competências em Nutrição”, o objetivo do encontro foi de ampliar a discussão das competências e habilidades gerais e especí­ficas do profissional nutricionista, assim como do perfil do egresso.

Organizado pela Comissão de Formação Profissional do CRN-5, será produzido um documento de colaboração para sua atualização. As atividades, foram das 8h às 18h, reuniu 50 representantes de IES, que trocaram experiências e apresentaram propostas para contribuir com as competências do nutricionista.

“Faz parte da nossa missão propor medidas que, de alguma forma, tenham como objetivo aprimorar o exercício profissional. Não podemos esquecer que somos profissionais da área de saúde e, por isso, é uma exigência que tenhamos uma formação de excelência para dar a resposta que a sociedade demanda à nossa categoria. Portanto, estamos muito contentes pela forte presença de coordenadores e docentes no evento. que entenderam a importância dessa discussão”, disse a nutricionista Amanda Ornelas, presidente do CRN-5.

O debate realizado na FTC foi o primeiro com o objetivo de integrar coordenadores de diferentes instituições para debater a formação profissional a nível regional. “O diálogo aconteceu de uma forma muito positiva e foi bastante aprofundado. É claro que nada se esgotou, pois essa discussão deve ser muito mais profunda, mas serviu para a gente ter um norte, por que a partir do momento que a gente troca experiências e expõe aquilo que pensamos, a gente termina movimentando e aprofundando cada vez mais uma  discussão no nosso cotidiano. E é a partir dessas discussões que vem a mudança”, afirmou a nutricionista Michele Oliveira,  diretora-tesoureira do CRN-5.

Durante o encontro, a nutricionista Maísa Beltrame, que hoje coordena a política de alimentação e nutrição no estado do Rio Grande do Sul, falou sobre a necessidade de mudanças do paradigma da formação do nutricionista. “O modelo que se tem hoje é ainda voltado para a doença, que foi a proposta de décadas passadas. O Sistema Único de Saúde (SUS), que ordena a formação  dos profissionais de saúde, necessita de profissionais técnicos com outras competências, que não somente de prescrição. Então, a gente precisa tencionar esses coordenadores para que a formação do profissional nutricionista mude a condição de saúde da população”, colocou.

A nutricionista Eliane Linhares, professora na Faculdade São Salvador, destacou a contribuição do encontro para a formação de profissionais da área. “ Acho que a iniciativa do CRN-5 é super válida, ainda mais no momento político e social que estamos vivendo. Contribui muito para a formação, reciclagem e atualização dos docentes e para a interlocução entre os coordenadores do curso. É super positivo tratar dessa questão das competências e explorar a questão de qual é o profissional que a gente quer formar. É uma demanda urgente da sociedade e eu acho que pouco se discute isso nos campos de formação profissional”, comentou a professora.

Além de Amanda Ornelas e Michele Oliveira, o CRN-5 também foi representado no evento pelas nutricionistas Sandra Tavares e Luciana Labidel, conselheiras do órgão, e Jainei Cardoso, assessora técnica. Participaram do encontro representantes das seguintes instituições: UniFG; Ucsal; Fssal; UFBA; UFOB; Uninassau; FTC – Jequié; Unirb; FAN; Unime; UFRB; Ufba – Vitória da Conquista; Estácio; UniRuy; FAT; Uneb; FRB; Unijorge; FTC – Feira de Santana e FTC – Vitória da Conquista;

Matéria atualizada em 22 de novembro, às 16h53. 

Veja também



Fale Conosco

X

Enviando seu email...

Email enviado com sucesso!