Bem Viver 2016 é marcado pela confraternização e alegria das nutricionistas

1/09/2016 - 02:09

 

O Um dia de muita alegria. Foi assim definido o Bem Viver Nutrição 2016 pela presidente do Conselho Regional de Nutricionistas da 5ª Região (CRN-5), a nutricionista Rita de Cássia Ferreira Frumento. Com o auditório do Hotel Golden Tulip Lotado, nutricionistas, estudantes de Nutrição e colaboradores assistiram a palestra da vice-presidente do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN), Albaneide Peixinho; do campeão mundial de bodyboarding, Uri Valadão; e do jornalista e ciberativista Zeca Peixoto.

Mas antes das palestras dos convidados, a presidente do CRN-5 fez uma breve explanação sobre as ações do conselho ao longo de um ano, mostrando grande parte das atividades desempenhadas e os avanços da sua gestão. “Estamos vivendo um momento muito importante para o CRN-5 e para a Nutrição. Temos o dever de fazer a profissão crescer, ocupar espaços que antes não ocupávamos e, ao mesmo tempo, defender a Nutrição. Desde sempre, a Nutrição só pode ser desempenhada pelos nutricionistas. Mas hoje, muita gente quer desempenhar o nossa profissão. E isso não vamos deixar acontecer de maneira alguma”, afirmou.

Em sua fala, Rita Frumento destacou a aproximação do Conselho com as instâncias legislativas na busca de espaço para os debates do órgão e também esclarecendo para os parlamentares as demandas da profissão. “Nosso propósito sempre foi aproximar. Buscamos nos aproximar dos profissionais, da sociedade e também dos parlamentos. Precisamos ocupar esses espaços de discussão para avançarmos com leis e propostas que beneficiem a Nutrição, os nutricionistas e, principalmente, a sociedade”, esclareceu.

 

O nutricionista e conselheiro do CRN-5, Émerson Palmeira,  também fez uma pequena intervenção no final das palestras dos convidados.  Na oportunidade, ele falou sobre a celebração e a satisfação de encontrar colegas de profissão num evento que já virou tradicional. “Foi tudo lindo. Fiquei muito feliz de ver colegas que não via há muito tempo. É uma ocasião de congraçamento, alegria e renovação do compromisso com a profissão que escolhemos em prol da sociedade”, declarou.

 

 

 

 

 

Valorização

A palestra de Albaneide Peixinho foi a primeira da noite. A vice-presidente do CFN destacou o papel do profissional na atenção pública e a importância de serviços de saúde que atentam para a presença do nutricionista como fundamental para a assistência. “Estamos falando de um profissional que está, diariamente, sendo demandado pela sociedade”, destacou.

Durante sua palestra, a presidente do CFN fez questão de ressaltar o papel do Sistema CFN CRN e como os profissionais devem estar bem informados sobre a profissão, suas regras e entidades que os representam. “Muita gente ainda faz confusão sobre o papel do conselho, da associação e do sindicato. É importante nós, profissionais, estarmos informados pelos órgãos que nos representam e a função de cada um para a nossa profissão”, explicou.

 

 

Vida, esporte e Nutrição

Na segunda palestra da noite, Uri Valadão, atleta profissional e campeão mundial de bodyboard, falou sobre a importância do nutricionista em sua vida esportiva. O surfista contou histórias de sua adolescência, seu começo no esporte e como foi importante o papel de seus pais na sua alimentação “Meus pais foram muito importantes para a minha educação alimentar. Sempre na minha casa eles me davam frutas, verduras e alimentos saudáveis, feitos em casa mesmo, para eu comer”.

Durante a sua apresentação, ele reconheceu o trabalho dos nutricionistas como fundamental para a sua evolução como atleta profissional. “Meu irmão, que é nutricionista, foi um dos caras mais importantes na minha carreira. Foi com ele que eu pude mudar minha alimentação e comer, de fato, como um atleta precisa comer”, contou.

 

 

Internet

Na palestra final, foi a vez do jornalista e ciberativista Zeca Peixoto falar sobre a conjuntura da mídia nacional e o papel do nutricionista neste contexto. Expondo números sobre o consumo de informação dos brasileiros, ele ressaltou que a ocupação das redes sociais é livre, mas que esse processo é fruto de uma disputa por espaço entre conteúdos. “Hoje temos um cenário diferente de cinco anos atrás. Cada um de nós aqui é, em potencial, um produtor de conteúdo para a internet e, por tabela, para as redes sociais. E é isso que os nutricionistas precisam entender. Vocês precisam, se quiserem disputar esse espaço, se impor como as maiores autoridade em alimentação humana, que são”, disse.

Para Zeca, o suposto sucesso de “charlatões e picaretas” na internet, falando absurdos nas redes sociais sobre alimentação e nutrição, é apenas um fenômeno do vácuo deixado por quem realmente entende e tem propriedade de falar sobre o assunto. “Se existe um nutricionista especialista em nutrição esportiva e esse profissional deixa de comunicar, alguém vai ocupar aquele espaço. E esse alguém pode ser um outro nutricionista, ou outro sujeito qualquer que viu ali uma forma de ganhar notoriedade e dinheiro falando do que não sabe. Por isso, os nutricionistas também precisam participar desse jogo e prestar esse serviço para a sociedade”, ratificou.

 

 

Festa

Depois da três palestras, os participantes subiram ao terraço do hotel para curtir o som da banda Baile Fantástico, na finalização do evento. Com um repertório variado, os músicos botaram as mais de cem pessoas para cantar e dançar com musicas que fizeram sucesso nas rádios de todo o Brasil. O evento se estendeu às 23h, com um sentimento de saudade das profissionais que participaram da celebração pelo Dia do Nutricionista.

Veja a galeria de imagens do evento:

 

 

Veja também



Fale Conosco

X

Enviando seu email...

Email enviado com sucesso!