16 de Outubro: Dia Mundial da Alimentação

16/10/2013 - 09:10

O mês de Outubro foi escolhido para comemorar o Dia Mundial da Alimentação (16), oportunidade para conscientizar as pessoas sobre a necessidade de uma alimentação equilibrada e prática regular de atividades físicas, não só para a manutenção do peso, como para uma melhor qualidade de vida e prevenção de doenças.

Um dos temas debatidos no Dia Mundial da Alimentação 2013 é a importância do acesso de todas as pessoas aos alimentos necessários para uma vida ativa e duradoura. Hoje, quase 870 milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de desnutrição, segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

Quadros de desnutrição não estão relacionados somente à fome. Em alguns casos, pessoas obesas são desnutridas devido a uma alimentação pobre em alimentos fontes de nutrientes essenciais.

A obesidade é uma doença crônica, que ocorre devido ao consumo excessivo de alimentos de alto valor calórico, levando ao acúmulo de gordura corporal. Através de uma reeducação alimentar e prática regular de atividades físicas, é possível reverter o quadro que se não for bem cuidado pode levar ao desenvolvimento de doenças como diabetes, hipertensão arterial, entre outras.

A prevenção é sempre a melhor decisão. Por isso, para evitar a obesidade e ter um bom estado nutricional é importante apostar na educação alimentar desde a infância e ensinar aos filhos os benefícios de comer alimentos ricos em nutrientes.

“O número de crianças com excesso de peso está crescendo. Isso se deve ao consumo elevado de alimentos industrializados, com grandes quantidades de carboidratos refinados e gorduras. Uma alimentação que contenha alimentos com alto valor nutricional evita problemas de saúde e dá mais disposição para o pequeno realizar suas atividades”, alerta a Nutricionista Leny Strauch, assessora técnica do CRN-5.

Segundo a Nutricionista,  a rotina alimentar é fundamental tanto para crianças quanto para adultos. A criança deve ter horários bem definidos e comer com calma, em um lugar tranquilo, arejado e limpo. “Comer muito rápido, em ambiente barulhento e em frente à televisão, pode contribuir para o consumo exagerado de comida, sem a mastigação correta e de maneira pouco prazerosa”, diz.

Veja também



Fale Conosco

X

Enviando seu email...

Email enviado com sucesso!